credito 100%

Crédito habitação a 100% ? Será que ainda pode contratar

Comprar uma casa é um projeto que faz parte da vida de qualquer um. Quando chega o momento de dar este passo, muitas vezes, o fator financeiro pode ser o maior obstáculo a ser superado. Mas será que ainda é possível obter um crédito habitação a 100%?

Recorrer a um crédito habitação é a solução mais comum para obter o dinheiro para a compra de uma casa. Mas, basicamente todos os bancos impõem um limite de financiamento que neste momento se encontra em torno de 80% a 90% do valor do imóvel.

Diante deste cenário, será ainda possível contratar um crédito habitação com o valor total? Para saber tudo sobre o assunto continue a ler e descubra as principais informações sobre este tema.

Crédito habitação a 100%: Por que é tão difícil conseguir financiamento integral?

Com uma rápida pesquisa sobre as ofertas de crédito habitação em Portugal, rapidamente percebe-se que o montante do financiamento varia entre 80% a 90% do valor do imóvel. E, esta percentagem recai sobre o valor de venda ou avaliação (depende do que for inferior).

Mas existe uma razão para ser assim. O próprio Banco de Portugal recomendou que o rácio Loan-to-Value (LTV) deve ser igual ou inferior a 90% do valor solicitado para créditos para habitação própria e permanente.

Tenha em consideração que o loan-to-value é o rácio entre o valor de avaliação do imóvel e o valor da garantia que é dada ao banco. Ou seja, é a percentagem de financiamento que é efetivamente concedida pelas instituições financeiras.

Essa decisão foi tomada após o período de crise financeira que Portugal atravessou e que levou à retração na concessão de crédito habitação por parte de muitos bancos.

Ao concederem financiamento a 100%, ou seja, sem exigirem qualquer entrada inicial ao consumidor, as entidades financeiras estão a assumir um risco maior.

Neste sentido, a probabilidade de incumprimento por parte do cliente é superior. Uma vez que o valor do empréstimo e, consequentemente, o custo total do crédito serão maiores.

Além disso, ao dar uma entrada para o imóvel, os compradores estão também eles a assumir um compromisso maior com os pagamentos atempados.

Em que situações é possível obter um crédito habitação a 100%?

Apesar de ser mais difícil, não é totalmente impossível conseguir o seu crédito habitação a 100%, entretanto, as situações para tal são limitadas. Geralmente, a forma mais acessível de obter financiamento integral é ao comprar imóveis do banco.

Os bancos possuem uma cartela de imóveis que foram adquiridos graças ao incumprimento das prestações.

Para a entidade não é vantajoso manter a casa em sua posse, mas sim transformá-la novamente em crédito. Dessa forma, ao optar pela compra de um destes imóveis, muito provavelmente terá acesso ao financiamento em 100%. Mas, é importante ter em conta que isso irá depender do banco.

Além disso, terá sempre de ter o valor para o pagamento das custas do processo e dos impostos associados a essa transação.

Outra alternativa não consiste exatamente num crédito habitação a 100%, mas sim na possibilidade de financiar o valor de entrada através de um crédito pessoal.

Se não se quiser limitar aos imóveis dos bancos pondere pedir um crédito pessoal com o valor de que necessita para finalizar a compra da casa.

Neste caso é importante que tenha em atenção as taxas e restantes encargos e a forma como irá proceder a este pedido. Avalie sempre o seu orçamento mensal e verifique se há espaço para o pagamento dos dois empréstimos sem comprometer as finanças de forma negativa.

Tenha em conta que apesar de esta ser uma opção, não deve ser considerada como primeira opção. Tente sempre juntar o valor da entrada para poder estar mais descansado com a sua relação com a banca.

Como alcançar o máximo de financiamento?

À parte das situações que mencionamos acima, terá que aceitar o facto de que o seu financiamento para a habitação irá atingir o máximo de 90%. Mesmo para conseguir esta percentagem o banco irá considerar alguns fatores.

Entre eles estão:

  • Taxa de esforço baixa (não superior a 33%)
  • Estabilidade financeira e profissional
  • Não ter o nome na “lista negra” do Banco de Portugal
  • Valor da avaliação da casa
  • Incluir uma garantia ou fiadores (depende de inúmeros fatores)

É importante fazer a maior quantidade possível de simulações, e compreender os termos e condições das propostas que for analisar.

Isso irá lhe proporcionar maior poder de negociação com os bancos, a fim de conseguir um contrato mais vantajoso para si, mesmo que não consiga o crédito habitação a 100%.