Crédito Consolidado rápido e sem compromisso

A consolidação de crédito é muito mais do que a simples agregação de vários créditos em um só. É uma ferramenta bastante útil para quem está a enfrentar dificuldades para efetuar o pagamento de múltiplos créditos. Se está a pensar optar pelo crédito consolidado, deve ler este artigo, no qual irá encontrar muita informação útil e relevante.

Nos dias de hoje é fácil acumular diversos empréstimos, sem sequer se dar conta de que isso se poderá tornar um grande problema no futuro. A contratação de um crédito habitação, de um crédito automóvel e de um ou vários créditos pessoais pode tornar-se algo demasiado pesado para o orçamento de qualquer pessoa.

E quando as obrigações relativamente aos créditos se acumulam e os rendimentos mensais são reduzidos, pode originar-se uma solução difícil de resolver. Felizmente existem algumas formas de ultrapassar esta questão, sendo que uma das opções mais relevantes é o crédito consolidado.

Com o crédito consolidado pode beneficiar de vários benefícios, nomeadamente:

  • Reduzir a taxa de juros aplicada ao crédito, conseguindo assim pagar uma mensalidade menor
  • Passar a fazer apenas um pagamento mensal respeitante a todos os créditos anteriores, permitindo uma gestão financeira mais simples e eficaz
  • Aumentar os prazos de pagamentos, o que faz com que a prestação mensal a liquidar possa ser reduzida até 40%
  • Reduzir a quantidade de seguros obrigatórios que tem de liquidar juntamente com o crédito

Com tudo isto, é fácil perceber que ao fazer um crédito consolidado consegue-se uma poupança real, o que em muito casos é o suficiente para que se saia de uma situação económica complicada.

Ainda que o crédito consolidado nem sempre seja a melhor solução, para muitas pessoas pode ser um auxílio precioso para superar um momento complicado. Assim, é importante que cada pessoa faça a sua análise e que decida se esta possibilidade é de facto a melhor solução.

O que fazer para ter um Crédito Consolidado?

Se tem vários créditos e gostaria de fazer uma consolidação, por forma a reduzir o somatório mensal que destina ao pagamento desses créditos, fique a saber que neste momento já existem várias instituições bancárias e entidades financeiras que disponibilizam esta opção que lhe permite simplificar a sua vida.

O facto de haver concorrência no mercado dos créditos consolidados faz com existam cada vez melhores condições para os clientes interessados neste produto. Esta é uma excelente notícia para todas as pessoas que estão a ponderar consolidar créditos nos próximos tempos.

A melhor forma de encontrar a opção mais adequada para o seu caso individual é através de uma análise aprofundada do mercado dos créditos consolidados.

Infelizmente, esse trabalho de pesquisa aprofundada é bastante moroso e até complexo. Para a maioria das pessoas, conseguir fazer uma análise efetiva da melhor opção para o seu perfil, revela-se mesmo uma tarefa impossível de alcançar pois é necessário reunir dados, fazer contas e comparar.

A dificuldade de simular diferentes cenários e diferentes possibilidades, faz com que as pessoas escolham frequentemente soluções que não ideais para si, o que resulta numa poupança inferior à que poderia ser alcançada.

Foi a pensar nisso que desenvolvemos um simulador de crédito consolidado que vai ajudá-lo, de uma forma bastante rápida e simples, a encontrar a resposta que tanto deseja encontrar.

Ao colocar os seus dados, situação financeira e montante pretendido, terá acesso a um simulador imparcial e idóneo que vai indicar-lhe a melhor instituição bancária ou entidade financeira para fazer o seu crédito consolidado. Depois, basta dirigir-se a essa instituição bancária ou entidade financeira e tratar da papelada necessária para prosseguir com todo o processo.

Utilizando o nosso simulador de crédito consolidado irá estar a poupar tempo precioso e irá facilmente encontrar uma opção que vá de encontro às suas expetativas.

O que é necessário para fazer um crédito consolidado?

Neste momento, os créditos consolidados são distinguidos consoante o tipo de crédito a tratar, podendo ser:

  • Crédito consolidado hipotecário
  • Crédito consolidado não hipotecário

Crédito consolidado hipotecário

Sempre que há lugar a uma hipoteca como garantia do crédito novo a realizar, está a fazer-se um crédito consolidado hipotecário. A grande vantagem deste tipo de crédito são os juros e spreads mais reduzidos.

É possível fazer um crédito consolidado hipotecário sempre que já existe um crédito à habitação e esse crédito também é alvo de consolidação ou sempre que o cliente já é proprietário de uma casa ou terreno que é dado como garantia ao banco, ou seja é feita uma hipoteca desse bem.

Ao fazer um crédito consolidado hipotecário, o banco tem o direito de ficar com o bem hipotecado (normalmente a casa), caso o cliente falhe vários pagamentos consecutivos da mensalidade acordada aquando da realização do crédito em causa.

Uma das desvantagens de fazer um crédito consolidado hipotecário é a necessidade de fazer uma nova escritura do bem a hipotecar, o que representa um custo adicional que por norma é suportado pelo cliente.

Numa fase em que se está a tentar poupar e reduzir os custos, este tipo de despesa adicional pode ser tudo menos bem-vinda.

Crédito consolidado não hipotecário

Quando se faz uma consolidação de crédito sem fazer uma hipoteca como garantia bancária, estamos a fazer um crédito consolidado não hipotecário.

Nestes casos, as taxas de juros e os spreads bancários tendem a ser um pouco mais elevados do que na opção anterior. No entanto, a nova taxa de juros obtida com a consolidação é, ainda assim, mais atrativa do que a média das taxas de juros dos vários créditos a consolidar.

O facto de não haver qualquer tipo de risco de perder o bem hipotecado justifica a taxa de juros e o spread mais elevado.

Uma das melhores formas de reduzir a mensalidade a suportar com a consolidação dos créditos, é através do alargamento do prazo de pagamento, sendo assim possível alcançar valores mensais para liquidar bastante atrativos e que não implicam uma taxa de esforço familiar demasiadamente elevados.

Para saber qual o tipo de crédito consolidado mais vantajoso para si, deve:

Reunir toda a informação sobre os vários créditos que tem atualmente, como

  • Montante geral que paga mensalmente pelo empréstimo
  • Montante que paga mensalmente respeitante a seguros associados ao crédito
  • Taxa de juros
  • Número de meses que falta para terminar o crédito
  • Valor de penalização em caso de amortização antecipada (se aplicável)

No final, faça o somatório de todos os valores por categoria.

Depois de ter toda esta informação organizada prepare uma nova lista com os mesmos parâmetros relativa às 3 opções de crédito consolidados que mais lhe agradam.

Se tem dúvidas se deve ou não fazer um crédito consolidado hipotecário, faça a lista de informação do crédito consolidado com e sem a opção da hipoteca.

No final, compare toda a informação obtida e veja como a consolidação de créditos pode ser vantajosa. Em muitos casos, a diferença é bastante substancial e permite que as famílias possam encarar o futuro próximo com maior tranquilidade.

A melhor forma de decidir relativamente à melhor opção de crédito consolidado é seguramente utilizar o nosso simular de crédito consolidado. Por isso, não deixe de usar o nosso simulador, uma ferramenta extremamente simples de usar e que pode facilitar bastante a sua vida, apresentando resultados rápidos e de confiança.

Como evitar necessitar de recorrer ao Crédito Consolidado?

Apesar do crédito consolidado ser uma boa solução para aliviar problemas financeiras que decorrem da acumulação excessiva de créditos, o ideal é evitar esses mesmos problemas e para tal, é indispensável que invista na sua própria educação financeira.

Para começar, deve olhar sempre com cautela para propostas “crédito rápido e fácil”. Muitas vezes, estas ofertas de crédito sem burocracia e repletas de outras facilidades escondem taxas de juro extremamente elevadas, que irão desequilibrar por completo o seu orçamento familiar no futuro.

Nunca deve avançar para um crédito consolidado sem garantir que se trata de um empréstimo 100% seguro. Para isso deve investigar detalhadamente a entidade credora e todas as cláusulas do contrato.

E para finalizar, o ponto mais importante: certifique-se que apenas recorre ao crédito quando é realmente necessário. O recurso excessivo a empréstimos devido a razões fúteis é o principal fator de desequilíbrio financeiro das famílias portuguesas.

O que deve saber antes de pedir um Crédito Consolidado?

Já abordámos de forma significativa as principais informações que deve reter sobre o crédito consolidado, ainda assim consideramos que é importante resumir e voltar a apresentar a informação mais importante, para que possa decidir de forma informada e responsável se valerá a pena optar por esta solução.

Primeiro e mais importante: o crédito consolidado é uma solução fácil para aliviar no imediato a sua situação financeira, permitindo que reduza de forma bastante relevante as suas despesas com o pagamento dos créditos contraídos no passado. Se não tem tempo para procurar outro tipo de solução, este pode realmente ser o caminho mais rápido para equilibrar as contas.

Além de permitir diminuir o valor total a pagar mensalmente em prestações, o crédito consolidado também facilita toda a gestão dos pagamentos, já que em vez de ter que realizar diversos pagamentos ao longo do mês, o devedor passa a ter que fazer um só pagamento.

Também a comunicação fica facilitada, já que o devedor deixa de ter que comunicar com diversas instituições e passa a comunicar apenas com a entidade junto da qual fez o crédito consolidado.

É claro que também há fatores menos positivos e que também devem ser sublinhados. O mais relevante será a maior duração do crédito consolidado. Este ponto é fácil de explicar: dado que unificou diversos créditos, a duração final do crédito consolidado será sempre superior.

A maior duração do crédito consolidado terá impacto no seu bolso a longo termo. Por outras palavras, ao aliviar a sua situação financeira no presente, através da consolidação de créditos, acabará por prejudicá-la a longo termo, já que irá pagar mais juros.

Mas este é o preço a pagar para conseguir um maior equilíbrio. E quem sabe, se no futuro não terá uma maior capacidade para fazer face a estas despesas. Pode conhecer mais em detalhe as vantagens e desvantagens do crédito consolidado no quadro que apresentamos mais abaixo.

Se necessita de um crédito consolidado, preencha o formulário e em 24 horas irá receber as primeiras propostas online.

Vantagens

O crédito consolidado apresenta diversas vantagens, mas a mais relevante é mesmo a redução significativa das mensalidades associadas a diversos créditos.

Quem tem múltiplos empréstimos sabe como pode ser difícil fazer a gestão de todos os pagamentos: as datas de pagamento diferem, as taxas de juro são altas, no fundo o pagamento dos diversos créditos torna-se inviável.

Com a consolidação, todos os créditos são reunidos num só crédito com prazo mais longo. Isto significa que irá demorar mais tempo a pagar a totalidade dos créditos, mas em contrapartida fazer a gestão do seu pagamento será muito mais fácil, uma vez que apenas terá que se preocupar em fazer um pagamento por mês.

Além disso, a mensalidade do crédito consolidado será substancialmente inferior à totalidade das mensalidades que possuía anteriormente, o que lhe dá uma margem maior para fazer a gestão mensal do seu orçamento familiar.

Desvantagens

Mas como todas as outras soluções financeiras, o crédito consolidado também apresenta algumas desvantagens. As principais desvantagens deste produto são:

  • Juros mais elevados. Em troca de mais tempo para pagar os seus empréstimo e de uma prestação mais baixa, irá ter que suportar juros mais elevados.
  • Existência de penalizações por reembolso antecipado. Uma vez que as taxas de juros e a duração do empréstimo representam uma fatia crucial no lucro do credor, as instituições aplicam quase sempre penalizações relevantes em caso de reembolso antecipado, o que pode atrapalhar quem tem a intenção de saldar mais depressa as suas dívidas.

Com base nestes dois, cabe a cada pessoa ponderar o peso das vantagens e das desvantagens e decidir se optar pelo crédito consolidado é de facto uma boa ideia.

Como Escolher

Encontrar o melhor crédito consolidado é um processo relativamente simples, mas que lhe vai exigir alguma disponibilidade de tempo.

O principal aspeto a considerar quando comparar diferentes opções de crédito consolidado é a TAEG, ou seja a Taxa Anual Efetiva Global de Encargos. É esta taxa que mostra qual é o custo total do crédito, incluindo também despesas como comissões e seguros.

Além de consultar com atenção a TAEG de cada crédito, deve também fazer uma leitura cuidados dos contratos dos créditos consolidados que colocar na sua short list e se possível, deve fazer também algumas simulações.

Hoje, a maioria das instituições financeiras e dos bancos disponibilizam simulares fáceis de utilizar que dão uma ajuda preciosa para encontrar os melhores créditos do mercado.

Negociação Pessoal

Apesar de toda a informação que encontra na Internet ser valiosa e de ser altamente recomendável que utilize os simuladores disponíveis, também é importante frisar que nada substitui a negociação pessoal.

Se tem algumas propostas mais vantajosas do que aquela do seu banco ou da entidade com a qual geralmente trabalha, não hesite em contactá-los para informá-los disso mesmo. Negociar e debater é essencial para se conseguirem melhores condições.

No caso das entidades que não possuem balcão ou agência (algum comum, entre as instituições financeiras especializadas em crédito), faça a sua negociação por telefone.

Poderá ter boas surpresas se decidir seguir este conselho e partir para a negociação.