Bancos em Portugal

Bancos em Portugal

Os bancos em Portugal ocupam um papel estratégico no sistema financeiro, pois através destes é que o funcionamento dos sistemas de pagamento é garantido, possibilitando que os mercados locais possam desenvolver a sua atividade e que, tanto particulares como empresas tenham condições para se deslocarem e atuarem, em qualquer ponto do país.

Se não houvessem bancos em Portugal, não era de todo possível ter um sistema financeiro bem estruturado, ou seja, de forma simplificada, não iriam existir condições para que o dinheiro pudesse circular livremente pelo país.

Se não houvesse moeda (dinheiro) em circulação, seria bem mais complicado criar mercados de serviços, e mesmo a circulação de bens e de pessoas estaria comprometida.

Adicionalmente, os bancos também desempenham um papel importante na intermediação financeira, ao guardarem as poupanças de quem tem recursos em excesso, disponibilizando os mesmos a quem tem necessidade (como é o caso dos créditos pessoais ou qualquer outro tipo de crédito).

Este tipo de operação é essencial para garantir que tanto particulares como empresas tenham capacidade de investimento.

Modelo de Supervisão dos Bancos Em Portugal

Em Portugal, tal como em todos os países da União Europeia, a supervisão dos bancos, assenta em pressupostos de supervisão (tem como principal objetivo garantir que o sistema financeiro se mantém sólido, estável e eficiente) e regulação (tem como intuito prevenir o risco sistémico, ou seja, evitar que possa ocorrer um evento inesperado que possa afetar todo o sistema financeiro).

A existência destas normas e regulamentos, implica que todos os bancos em Portugal estão sujeitos a um controlo rigoroso, de modo a que não hajam problemas de maior.

Este tipo de controlo, não deve ser visto como algo negativo, uma vez que é através do mesmo que se garante a confiança no sistema financeiro em Portugal (caso os bancos não sejam devidamente controlados, correm o risco de ruir, como foi o caso do Banco Espírito Santo).

O sistema financeiro de Portugal assenta num modelo baseado na Supervisão Institucional, diferenciando claramente os três segmentos do mercado atuais: financeiro, bancário e segurador.

No que concerne o segmento bancário, a autoridade de supervisão é o Banco de Portugal (que por sua vez é regido de acordo com as normas do Banco Central Europeu – BCE é o banco central dos 19 países que integram a União Europeia e cuja moeda única é o Euro. O seu objetivo passa por manter a estabilidade de preços na zona euro e, desse modo, preservar o poder de compra da moeda única).

Associação Portuguesa de Bancos

Não poderíamos falar dos bancos em Portugal, sem fazer referência à Associação Portuguesa de Bancos (ABP), uma vez que esta é a principal entidade representativa do sector bancário no país.

A ABP foi criada em 1984 com o objetivo de fortalecer o sistema financeiro nacional e de fomentar um melhor relacionamento da banca com a sociedade.

Hoje, a ABP reúne a maioria dos bancos portugueses, mas também os bancos estrangeiros que operam no País. No total, os associados da Associação Portuguesa de Bancos representam 94% do ativo do sistema bancário em Portugal.

Lista de Bancos Em Portugal

Existem diversos bancos que operam em Portugal, sendo que a lista seguinte contempla todos eles:

Montante123
Prazo:123
Mostrar mais resultados

Agora que já conhece todos os bancos que operam em Portugal, já poderá saber quais as melhores ofertas que estes têm para lhe oferecer, não sendo desta forma enganado por entidades não oficiais.

Deixe um comentário